Publicado por: Amauri Nolasco Sanches Junior e Marley Cristina Felix Rodrigues | 28 de setembro de 2013

AS CADEIRAS DE RODAS SÃO DIFÍCEIS DE CONCERTAR

Uma cadeira motorizada com o fundo branco

Por Amauri Nolasco Sanches Junior

 Estou lendo do autor romano Sêneca que viveu no 4º século da era cristã, um livro chamado “Da Vida Feliz” (De Vita Beata) que fala das virtudes que temos que ter para uma vida feliz. Uns desses aforismas ele diz: “Poder-se-ia dar também outras definições para o “nosso bem”, já que o mesmo conceito é passível de ser expresso com palavras diferentes. Tal como um exercito que pode desfilar em área aberta ou em espaço fechado, ora dispondo-se em semicírculo, ora em linha reta, mas seja qual for o ornamento, não perde suas forças nem disposição de lutar pela mesma causa. Assim a definição de “sumo bem” pode ser ampla e detalhada ou breve e concisa.”. Lendo essa definição, se pode ter uma ideia o que seria o verdadeiro “sumo bem” e o que fazemos para sermos felizes de fato como uma resposta as definições que vimos por ai dos “heróis da inclusão” (isso merece um texto exclusivo para o fato dos “heróis da superação”).

Sempre deixei claro que não quero ser exemplo de superação e nem quero ser exemplo de sociabilidade, então esse texto eu estou escrevendo para deixar bem claro que não adianta dar palestras, ler livros, ficar discursando sobre a inclusão e quando alguém precisa de ajuda, fica só no  discursinho barato. Para começar, não adianta ajudar os outros (nem se esses outros são animais) se não temos a capacidade de nos ajudar e nem fazer nada para isso, é o que acontece com o segmento das pessoas com deficiência. Nossa educação (brasileira) é muito individualista porque temos opiniões extremistas capitalistas, se nós não conseguimos comprar o outro diz: “Dane-se! Eu consigo comprar e compro o que eu quiser!”. Não é bem assim. Em países desenvolvidos, se um produto não se adequa ao que a comunidade necessita, o boicote estar armado. Anos atrás quando descobriram que pescadores de ATUM matavam golfinhos junto, grandes boicotes foram feitos dentro da comunidade mundial. Pessoas esclarecidas são mais aptas a não se “curvarem” as empresas que querem explorar a necessidade de um publico especifico, como no caso das pessoas com deficiência física – em alguns casos, mais de uma deficiência pode usar aparelhos e operações que são exorbitantes em seus preços – que precisam por necessidade, usar cadeiras de rodas e que essas são de preços muito alto. Mas poderiam me dizer: “Ah Amauri! O governo dá esse tipo de aparelho!”. Ok. Mas os aparelhos que o governo oferece pelo SUS é de  qualidade muito inferior e que pode resultar em uma queda, resultar em até o afastamento das pessoas com deficiência de suas tarefas diárias. Tenho exemplo notório de uma cadeira de rodas da marca Ortobras, literalmente desmontar em menos de um ano de uso, sendo que, se não fosse uma colega que me doou uma cadeira, eu ficaria no chão. Mas são casos para se pensar, pois o que está fazendo uma entidade particular doando cadeira de rodas para o governo? Mistérios que nunca são revelados.

Existe cadeiras de rodas motorizadas que são literalmente, um preço de carro usado, com uma cadeira igual a minha que é a Freedom L eu compraria 8 Corcel ano 80 e não estou exagerando. Uma cadeira manual da Agile mais barata, está em torno de R$ 2.500,00 e é a mais em conta. Igual a minha a Confort está numa base de R$ 1.200,00 e não tem nada, nenhum acessório a mais ou a menos para custar isso. Bem, tenho uma cadeira motorizada que é do ano de 2006 e está com alguma coisa que a cadeira pende para o lado, não sabemos que é a bateria, se é motorzinho, se é o controle e o raio, mas segundo o Código Nacional do Consumidor diz que a empresa que deve fornecer meios para a troca de peças e que tem que está nas regiões que elas foram compradas. Não é que acontece com a marca Freedom que além de não ter autorizadas em todas as regiões – existem pessoas no Espírito Santo, por exemplo, que se quebrar a cadeira tem que levar em uma auto elétrica – ainda se não encontrar que está errado, temos que mandar para eles lá no Sul e não pagam o frete do envio que deveria ser feito, já que eles não fornecem assistência técnica em todas as regiões do país. Não seria estranho que marca de automóvel vende-se no país inteiro e não tivessem assistência técnica em todas as regiões? Não acontece com as cadeiras motorizadas dessa marca que além de fornecerem assistências técnicas que exploram as pessoas com deficiência – teve um orçamento que o estabelecimento pediu R$ 1.770, 00 para trocar as escovinhas e para verificar as baterias e o carregador – sempre cobrando preços que não condiz com que a peça e nem o trabalho que prestam, vale. Alguns orçamentos são praticamente, uma cadeira manual nova. O que fazer com esse tipo de coisa?

Ainda aqui em São Paulo, na capital, muitas assistências técnicas são abertas nos bairros nobres que muitas vezes, ou sempre, leva ao preço final ao cliente os tributos que tem que pagar como IPTU, agua, luz e etc. O que impede que uma autorizada seja aberta na zona leste? Preconceito? Ou só para parecer chique?

Veja o que dizem umas dessas autorizadas:

 mobility

A própria empresa disse que abriria onde mais lhe coubesse abrir, ou seja, não é só a palavra deles, mas é palavra de muitas empresas que dizer ter o direito de abrir onde mais quisessem.  Essa mesma autorizada fez uma explicação sobre os preços das cadeiras e escrevi um texto sobre (aqui) A própria Freedom disse em uns dos seus e-mails:

Boa tarde Sr. Amauri,

Conforme falamos ao telefone, segue assistências técnicas em São Paulo/SP:

Casa Cirurgica Zona Sul

Bairro: Santo Amaro

Fone (11) 5523-7942

Onecare Com. e Serviços Ltda

Bairro: Água Branca

Fone (11) 3672-4229

MobilitySe

Bairro: Vila germinal

Fone (11) 2241-3153

Vivapé (Guarulhos)

Bairro: Jardim Terezopolis

Fone (11) 3435-3898

Estaremos a disposição.

Atenciosamente,

Georgia Kopp

(53) 3284-0605

www.freedom.ind.br

Ou seja, ninguém aqui é “burro” para ver que os bairros que eles me enviaram são muito distantes ou não asseguram buscar a cadeira motorizada na sua residência. Quem mora no interior? Quem mora nas periferias e não tem como levar a cadeira para arrumar? As empresas que tem ainda a mentalidade de abrir em bairro nobre porque só lá tem cliente, está errada e cada vez mais vai perder cliente. É uma tremenda bobagem pensar assim e achar que temos que ficar refém de empresas exploratórias não só no preço do aparelho, nesse caso é a cadeira de rodas, mas também em sua assistência técnica. Cobrar taxas para buscar o produto não é ilegal, já que é o serviço do cara, mas não assegura em arrumar esse produto que acaba saindo do local atoa.

Como disse Sêneca a uns mil e seiscentos anos atrás, a felicidade é nós olharmos o “sumo bem” (sumo = “grande, extraordinário”, bem = “sem falhas, com acerto, em alto nível de qualidade”), como algo a ser alcançado dentro de nós mesmos. Dentro do próprio livro ele diz: “O sumo bem é imortal, não conhece exaurimento, não sente enfado [mal-estar] nem remorso porque a mente reta não tergiversa [usar uma desculpa]  nem se desgosta de si mesma e nada modifica, já que está ótima.” (entre as chaves são minhas as colocações dos seus significados). Ou seja, o sumo bem não é ser o heroizinho da superação ou ser bonzinho, afinal todos dão apenas o que tem, mas o que se descobriu dentro de si mesmo como uma virtude (virtus. É uma disposição a praticar o bem) e assim, conter a união. União são  muitos em um corpo só de opinião que resultara em um bem maior para todos. O sumo bem é imortal e necessário para o segmento, sem isso, não teremos nada que necessitamos para uma vida saudável sempre seguindo seus deveres, sempre querendo e tendo seus direitos. O caminho reto é o objetivo que devemos alcançar, devemos ter, devemos conquistar e nunca iremos alcançar, sem pensar coletivamente.

LD2edi

Anúncios

Responses

  1. eu tenho uma cadeira da jaguaribe modelo jaguar primeiro o motor direito deu problema uma das engrenagens gastou ai pedi um orçamento por tel ai um cidaddão sem ver do que se tratava logo já foi avisando que não dá para fazer concerto tem que trocar o motor como trabalhava com reforma e manutenção predial e comecial e sou meio abusado desmontei a caixa de redução e retirei a peça,explicando sofri acidente e perdi parte dos movimentos inferior e não afetou os membros superiores ai descobri uma empresa que consegue fazer estas engrenagens sendo assim cuidado pois em uma outra autorizada o pessoal pediu 800 para arrumar mas a peça que mandei fazer custou 200 tudo bem que todos precisamos ganhar mas 600 reais por mão de obra é um pouco caro pois eu sem trenamento levei em torno de 1 hora para desmontar

  2. Prezado.
    Estive lendo seu post,nos da HIGH VOLT realizamos conserto em toda a linha de cadeira de rodas FREEDOM com garantia de 12 meses ,trabalhamos com todas as marcas e modelos de cadeira scooter e triciclos elétricos,Necessitando nos consulte. Recebemos de diversos estados.

    • Olá, eu gostaria apenas de te perguntar o que acontece na parte elétrica do triciclo freedom ano 2010, quando ela para de dar ré e quando está na velocidade máxima e o gatilho (onde a gente aperta para dirigi-lo) é acionado,, o triciclo dá um tranco? Pelo amor de Deus moço eu estou desesperada, pois necessito dele para estudar. Por favor me ajude, obrigada pela atenção!

      • Olá Luana, vc tem que diminuir a velocidade

  3. é isso mesmo amigo nos deficientes não podemos fica refens desses exploradores dos deficientes eu tenho uma cadeira de rodas motorizada freendom os motorzinhos não tem indetificaçao parece motor piratas frabricado no paraguai. no dia que eles da problemas eu memo desmonto. no Brasil as cadeira de rodas motorizada são vista como luxo e não como necessidade e um atraso no Brasil os preços são absudo cade os direitos humanos dos deficientes fica só com bla bla temos que muda isso.

  4. Necessitando de assistência técnica para cadeira de rodas motorizadas em São Paulo-Bairro bela vista entre em contato conosco pelo fone:(11)94815-8089-Eletrônica Master

  5. “Verdade,ninguém se coloca pronto em saber se ao menos , temos condições de levar à Cadeira p tal reparo!.”

  6. verdade. Outro absurdo é o custo das baterias. Tô sofrendo pois a minha já tá morrendo e pagar R$800 é um absurdo, sendo que uma bateria de carro é barata!

    • eu coloquei baterias de carro mesmo…abraço

    • Olá, eu tenho um triciclo da Freedom, e as baterias deram problema, elas não seguravam carga e eu ficava direto parada pelas ruas. Daí comprei 2 baterias de carro, a única coisa que eu tive que mexer foi no interruptor das baterias e adaptá-los para a cadeira (mas isso qualquer auto elétrica faz). Paguei R$200 em cada bateria, o único problema para comprá-las foi que, para terem garantia de 1 ano, eu tive que colocar no documento de dois carros, fora isso deu tudo certo.

  7. comprei uma scooter na quadris quando deu um ano de uso ela parou não consigo assistência ligo para empresa dai eles só agendam uma visita por e-mail mando essa caramba de e-mail e já fazem oito meses que aguardo dai ninguém me respondem e-mail agendar que é bom nada pedi para um amigo que faz elétrica dai ele descobriu que o PGDRIVE S-DRIVE queimou não esta passando corrente dai ligo na quadris eles nem sabem dizer que peça e essa pesquisei só vende no rio de janeiro para lojista e não informam nenhuma revendedora da peça tem sites internacional que vendem no valor de 800 reais mas a lei do consumidor não diz que se tem alguma coisa vendida no brasil importada tem que ter reposição de peça e manutenção se necessário cade o respeito com pessoas que tem mobilidade reduzida gente preciso urgente de alguém que faça manutenção e que faça visita a domicilio para fazer pelo menos orçamento não recomendo ninguém a comprar na quadris desrespeito com seus clientes por favor alguém pode me indicar moro na zona leste de são paulo guaianases entrar em contato garces.andreia@hotmail.com

    • Tem o Viva Mobily, só não sei se eles vendem peças, eles estão no Facebook, dá uma procurada

  8. Ola, estou tendo problemas com minha cadeira de roda motorizada da Ortobras ULX, ela nao esta carregando direito, esta me deixando na mao direto, nao sei onde levar, todos os lugares estao cobrando uma fortuna sem nem menos olhar a cadeira, sou do litoral de sao paulo e aqui nao temos assistencia nenhuma.
    Contato (13)98828-0586 ope. OI (whatssap)

    • Oi Thiago, eu não sei onde ficam as assistencias tecnicas…dã uma procurada no google…boa sorte


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: