Publicado por: Amauri Nolasco Sanches Junior e Marley Cristina Felix Rodrigues | 30 de janeiro de 2012

2º feira cultural da inclusão ou exclusão?

Momento relax eu e a Marley no Show da banda As Velhas Panteras

No domingo dia 29 de janeiro de 2012, num dia lindo de sol, fomos a segunda edição da feira cultural da inclusão no antigo CERET, agora Parque Esportivo do Trabalhador,  organizada (desorganizada?) pela Secretaria da Pessoa com Deficiência e mobilidade reduzida em conjunto com o Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência. Primeiramente, nós necessitamos urgentemente de politicas serias e que efetivamente, tenham efetivação no requisito de adaptação e adequação no direito de nós cadeirantes tenham mais “mobilidade” dentro de qualquer ambiente. Não é montando banheiros químicos, que isso vai mudar.

Na esquerda mostra a rampa inclinada no banheiro masculino, no centro mostra o banheiro que deveria ser adaptado, na direita mostra a rampa do banheiro feminino com um um degrau no final.

Bem, logo que chegamos já fomos convidados a adentrar na feira já que eu e meu docinho de batata doce (Ah, para mim é meu bijuzinho, tá?!), chegamos meia hora mais cedo, isso nos deu tempo de dar alguma olhadinha no lugar. Quando íamos na parte de Tênis (adoramos jogar Tênis), um senhor disse que lá tinha um banheiro que não estava pronto e deveria ser o banheiro adaptado, estava nisso a um ano. Depois de jogar e saber que sei muito bem jogar, e claro que a Marley deu um show também, fui experimentar o banheiro que o senhor nos disse, realmente é muito ruim. Para subir estava muito inclinada a rampa, tive que pedir ajuda para chegar até o bendito banheiro. Depois para descer foi um novo inferno, porque a rampa era muito inclinada e não eu não podia descer. Até pensei que a rampa do lado do banheiro feminino era melhorzinha, mas no final dela, tem um degrau que pode eventualmente, causar um acidente. Literalmente, quase que cai… a Marley nem quis ir ao banheiro, mesmo o porque, não existia nenhuma informação.

Brother Dudé Vocalista e sua banda As Velhas Panteras

Por falar em informação, para arranjarmos um lanche, tivermos que procurar muita gente até chegarmos no organizador que nos falou que era para nós irmos lá na barraca perto do palco. Não houve informação, não houve esclarecimento, não houve organização e não houve nada que tivesse alguma graça nessa feira. Lógico que tiveram coisas agradáveis como a parte que podemos experimentar a jogar tênis e um passeio não muito longe, no parque para ficarmos conversando no meio das arvores, ou o show do meu brother Dudé que o guitarrista chegou atrasado. Estranhamente, o melhor show ficou só no final e não houve tempo de ver todo, porque botaram para terminar as 16 horas e as vans tem um certo rigor (as vezes exagerado).

Acessibilidade, Direito de Todos

Numa analise mais ou menos geral, precisamos exigir cada vez mais organização dentro desses eventos, há pessoas que vão sozinhas e precisam de informações. Existem pessoas que passam mal se não tiver nada para comer, como a Marley, tem um problema de glicemia, que abaixa o açúcar quando não se come nada ou se não tiver nenhum doce. Não queremos pelo menos nós da Irmandade, apoiar uma politica que agrega uns e exclui outros, ou que aplica a multa moral quem pára em vagas destinadas as pessoas com deficiência ou idosos. Multa é multa, deve haver valor e aplicar esse valor para as pessoas não pararem ali. Outra coisa, o moço do microfone que não largava o microfone e não resolvia nada, disse que reclamávamos dos parques e havia muitas acessibilidades dentro dos parques. Onde? A foto que tirei mostra um banheiro adaptados não acessíveis, um parque que não atende nenhum requisito de adaptação, não há como comprar nada para comer ou beber, não tem bebedouros acessiveis, não há brinquedos adaptados, não houve sequer preocupação e distribuição de lanche no evento. Como uma secretaria que visa a inclusão das pessoas com deficiência, pode mentir tanto promovendo um evento desorganizado e inútil? Sim, inútil. Porque não é eventos que vão fazer as pessoas com deficiência a serem incluídas, é politicas serias dentro da educação, na saúde onde é lastimável, dentro do direito de irmos trabalhar e ter um trabalho, onde o transporte é uma porcaria. A prefeitura, o governo estadual e o governo federal, deveriam criar vergonha na cara e parar de criar mentiras sujas, dentro da adaptação e adequação, dentro do transporte, dentro da saúde (pois me recuso a usar a AACD para qualquer coisa), dentro do trabalho onde a lei de cotas não é respeitada e ainda, com  desculpa de não qualificação, querem diminuir a porcentagem de vagas.

capa da Convenção dos direitos das pessoas com deficiência

É uma vergonha o único país que ratificou a Convenção dos Direitos das Pessoas com Deficiências, ser tão precário e hipócrita quando se trata de nós. Então nos dão analgésicos que nada vão ajudar, mas vão nos colocar numa imagem infantil e que qualquer coisa nos deixa felizes.  Não é verdade, não temos que aceitar qualquer passeio ou qualquer evento como solução paliativa, como um mundo a parte, como se não tivéssemos direito de ficar no meio da sociedade. Temos que exigir sim que as pessoas e a sociedade nos respeitem como somos, como seres humanos, como seres que só querem viver, que tem o direito e o dever de saber o que deve ser feito de politicas publicas como se não vivêssemos violência, como se não vivêssemos esbarrando em um monte de barreiras preconceituosas de todas as partes. Amamos, achamos lindo, achamos feio, enfim, temos que agradecer ao Criador a oportunidade de viver assim, para criar humildade, para criar senso de lutar por um mundo mais justo, para sermos mais humano.

Irmandade da Pessoa com Deficiência, viemos para lutar, vimos e não esquecemos, venceremos sempre sem nunca nos rendemos!

Anúncios

Responses

  1. maravilha.

  2. Nossa! Imagino quando o lugar não é organizado…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: